Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Justiça do Rio rejeita ação que pedia penhora de bens da BRA

Até o fim do mês, porém, o juiz Marcos Dias de Castro, responsável pela decisão, pode revertê-la

Alberto Komatsu, do Estadão,

09 de novembro de 2007 | 14h42

A 18ª Vara do Tribunal Regional de Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) rejeitou a ação civil pública ajuizada pelo Sindicato Municipal dos Aeroviários do Rio de Janeiro (SIMARJ), que pedia a penhora das contas, bens materiais e aeronaves da BRA.  A decisão é do juiz auxiliar da 18ª Vara, Marcos Dias de Castro, que ainda deverá julgar o mérito da ação em audiência a ser realizada até o final deste mês, informou nesta sexta-feira, 9, a assessoria de imprensa do TRT do Rio.  De acordo com o TRT, o juiz Castro pode reverter a decisão nessa audiência. A BRA suspendeu todos os seus vôos desde quarta-feira, por problemas financeiros e operacionais, e também colocou em aviso prévio 1.100 funcionários.

Tudo o que sabemos sobre:
BRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.