Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Justiça dos EUA adia sentença de Madoff para 29 de junho

O administrador de finanças pode ser condenado a passar o resto de sua vida na prisão

Reuters

14 de maio de 2009 | 13h08

A divulgação da sentença do fraudador confesso Bernard Madoff foi remarcada para 29 de junho, disse nesta quinta-feira, 14, o juiz que analisa o processo criminal contra ele.

O administrador de finanças, que caiu em desgraça, está preso desde março, após ter confessado sua culpa numa fraude que investigadores afirmam ter desviado até 65 bilhões de dólares de seus clientes durante 20 anos.

Ele pode ser condenado a passar o resto de sua vida na prisão.

O juiz Denny Chin não deu um motivo para o adiamento da divulgação da sentença, inicialmente marcada para 16 de junho. Mas frequentemente esses procedimentos são remarcados.

Antevendo uma grande plateia para o evento, o juiz disse em seu despacho que a audiência da sentença de Madoff ocorrerá em um amplo tribunal da Corte Distrital de Manhattan, em vez da sala habitual. Também haverá telões instalados em duas salas separadas exibindo imagens da audiência.

Tudo o que sabemos sobre:
CRIMEMADOFFSENTENCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.