bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Justiça encaminha proposta da VarigLog para análise

A VarigLog entregou no final da tarde desta quinta-feira à Justiça do Rio de Janeiro o detalhamento de sua proposta de cerca de US$ 500 milhões para comprar a ex-controladora Varig. A oferta, então, foi encaminhada ao Ministério Público e ao administrador judicial da empresa, a Deloitte, para análise. Após o aval de ambos, haverá a necessidade de uma nova assembléia de credores e um leilão para formalizar a compra.De acordo com o advogado da ex-subsidiária de logística e cargas da companhia aérea, Leonardo Viveiros, "conceitualmente, todos os esclarecimentos que a Justiça havia pedido foram entregues e não haveria mais necessidade de maiores pedidos de explicações". Segundo ele, já é possível a convocação de uma assembléia de credores para avalização da proposta. Depois dessa etapa, haveria um novo leilão para a companhia. A Justiça do Rio deve se pronunciar ainda nesta quinta sobre quais serão os próximos passos de reestruturação da companhia: se haverá necessidade de convocação de assembléia dos credores, convocação de um novo leilão, ou então, falência, caso a oferta da VarigLog não atenda às exigências da Justiça.Depósito A VarigLog já depositou US$ 5,5 milhões na Varig para garantir a continuidade da companhia aérea e a proposta é pagar mais US$ 485 milhões pelos ativos. Somente nesta quinta, foram US$ 200 mil.Na nota, o juiz Luiz Roberto Ayoub explica que um dos pontos questionados é o que ficaria com a Varig comercial, que herdará todas as dívidas após o leilão dos ativos operacionais da empresa (rotas nacionais e internacionais). Também está sendo avaliado se o programa de milhagem será incluído ou não nas negociações com a VarigLog.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.