coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Justiça espanhola contra o "corralito"

A Justiça espanhola iniciou uma causa denunciando os bancos Río e Francês, ambas entidades de capitais espanhóis, por reterem depósitos de cidadãos espanhóis na Argentina em função do "corralito". A denúncia envolve mil clientes argentinos dos citados bancos, segundo informações do site do jornal Ámbito Financiero.A juíza civil da Espanha, María de los Desamparados Delgado Tortosa, intimou as partes, somente envolvidas com o banco Río, para uma audiência de conciliação no próximo dia 16, em Madri.A denúncia, contra a casa matriz do Santander e toda a diretoria, aparece como um novo caso de globalização judicial, sistema questionado pelo governo argentino quando rejeitou o processamento de militares argentinos acusados pelo desaparecimento de cidadãos espanhóis no país.

Agencia Estado,

10 de junho de 2002 | 12h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.