Justiça impede Cavallo de viajar ao exterior

Um dia depois de ter sido processado, o ex-ministro da Economia Domingo Cavallo se apresentou inesperadamente, nesta sexta-feira, à Justiça, com o objetivo de pedir autorização para sair do país.Cavallo explicou ao juiz federal, Julio Speroni, que tem compromissos no exterior, para dar conferências acadêmicas, justamente na data em que foi convocado para prestar depoimento no caso de venda ilegal de armas.Cavallo foi convocado para o dia 9 de abril, mas seu apelo não comoveu o juiz, que negou o pedido. O ex-ministro, que era citado na causa somente como testemunha, passou a ser acusado de participar do contrabando de armas para a Croácia e o Equador, quando esses dois países sofriam embargo internacional, durante os governos de Carlos Menem (1989-1999). Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.