Justiça manda soltar doleiro Alberto Youssef

O juiz da 2ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, Sérgio Moro, concedeu na quinta-feira um mandado de liberdade para o doleiro Alberto Youssef, de 36 anos. Denunciado pelo Ministério Público Federal por crimes contra a ordem tributária e sistema financeiro, formação de quadrilha e falsidade ideológica, Youssef estava preso desde 2 de novembro. Ele aguardará o julgamento em liberdade.Segundo a denúncia do Ministério Público, o doleiro, por meio da Youssef Câmbio e Turismo, sonegou cerca de R$ 118 milhões (valor atualizado) em impostos, entre 1996 e 1999. O doleiro também teria movimentado cerca de R$ 3,3 milhões numa conta da cunhada dele, Cristina Fernandes da Silva, na agência do Banestado em Nova York. Cristina também foi denunciada, com o contador de Youssef, Celso Cornélio Filho, que teria forjado declarações de rendimentos dela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.