Justiça mantém falência da Transbrasil

O Tribunal de Justiça de São Paulo rejeitou nesta quinta-feira, por unanimidade, recurso da Transbrasil contra a decretação da falência. O advogado da companhia aérea, João Piza, vai ingressar, no próprio TJ, com o recurso principal, com base no voto que indeferiu o pedido de falência na primeira decisão.Esse recurso principal será julgado possivelmente no início do próximo ano. Se a Transbrasil perder este recurso, as portas serão lacradas.A empresa poderá ainda recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, mas esse recurso não teria efeito suspensivo. O pedido de falência, acolhido em maio pelo TJ, foi formulado por um dos credores da Transbrasil, a General Eletric Capital. A empresa aérea tem uma dívida estimada em R$ 1 bilhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.