Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Justiça notifica hotéis por preço abusivo na Copa

A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon) notificou nesta quinta-feira, 07, as principais associações e redes hoteleiras para prestarem esclarecimentos sobre os valores cobrados pelas diárias no período da Copa do Mundo de 2014. Entre as medidas adotadas pela secretaria está a solicitação dos valores médios das diárias pagas nas 12 cidades-sedes durante o período de outros eventos comemorativos.

ERICH DECAT, Agencia Estado

07 de novembro de 2013 | 19h01

Entre as empresas que deverão prestar esclarecimentos nas próximas 48 horas estão a rede Accor, Choice, Louvre, Blue Tree, Nacional Inn, Wyndham, IHG, e Bourbon. Além do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis dos Estados-sede.

A ação do Ministério da Justiça ocorre após uma série de denúncias de órgãos de proteção e defesa do consumidor em que foram apontados indícios de aumento abusivo de preços e violação das normas de direito do consumidor. "O turista é um consumidor que precisa de uma proteção especial porque está fora da sua cidade ou país. Estamos trabalhando para que eles sejam bem recebidos e para que os serviços tenham qualidade e preços justos", disse o diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor da Senacon, Amaury Oliva.

Tudo o que sabemos sobre:
COPA DO MUNDOHOTÉISPREÇO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.