Justiça suspende reajuste de telefone em São Paulo

O juiz Marcello do Amaral Perino, da 22.ª Vara Cível da Capital, concedeu hoje liminar impedindo o reajuste de tarifas da telefonia fixa no Estado de São Paulo. A liminar, obtida pelo Ministério Público de São Paulo, foi a primeira no Estado. "O argumento fundamental de nossa ação é que, apesar de ser previsto em contrato entre o Poder Público e a concessionária, o IGP-DI poderia ser aplicado somente se não fosse excessivamente oneroso", disse a promotora Deborah Pierri. O juiz definiu multa diária de R$ 500 mil à Telefônica em caso de descumprimento da decisão. A operadora terá 10 dias para recorrer, depois de notificada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.