Kaiser e Sol entram com pedido de liminar contra a Ambev

Femsa, dona das marcas, reclama das garrafas personalizadas da empresa, que 'impedem a concorrência'

Isabel Sobral, da Agência Estado,

17 de abril de 2008 | 13h02

A empresa Femsa, donas da marcas de cervejas Kaiser e Sol, protocolou na quarta-feira, 16, no final da tarde, na Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça um pedido de liminar ou medida preventiva contra a cervejaria Ambev. A Femsa pede a suspensão imediata da comercialização das garrafas personalizadas das marcas Bohemia e Skol da Ambev que começaram a ser comercializadas no Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, pois fogem ao padrão. Para a empresa, isso impede a concorrência.  Outra reclamação que pesa contra a Ambev é quanto ao tamanho das garrafas de vidro retornável - de 630 ml - que sairiam do padrão de 600 ml usado por todas as cervejarias. A SDE informou nesta quinta que ainda não há uma investigação formal aberta sobre o caso.

Tudo o que sabemos sobre:
CervejaConcorrência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.