Kandir alerta para risco de crise nos EUA

O ex-ministro do Planejamento, Antônio Kandir, disse hoje que pode ocorrer uma "crise muito séria" na economia americana, causada pelos grandes déficits fiscal e em transações correntes com o exterior no Estados Unidos. Kandir observou que o Brasil ainda está frágil para enfrentar uma crise deste tipo, porque as reservas internacionais estão baixas e a dívida pública é elevada. Ele elogiou "a responsabilidade política econômica" dos gestores do governo brasileiro e recomendou, porém, que as normas regulatórias e as políticas de governo sejam claramente separadas para favorecer o investimento e pregou também "a redução bastante expressiva do gasto público". Segundo o ex-ministro, a elevada carga tributária aumenta muito a informalidade, provoca concorrência desleal e desestimula o investimento. Para ele, a carga tributária influi também na criminalidade. Segundo Kandir, as dificuldades de redução da taxa de juros acompanhará o Brasil ainda "por alguns anos", inclusive por conta do risco de uma crise nos Estados Unidos. Kandir acredita também que se deva priorizar o investimento em educação, pesquisa e promoção tecnológica. De acordo com ele, daqui a 15 anos, os sistemas de produção e comercialização serão outros e muito influenciados por pesquisa e desenvolvimento. O ex-ministro do Planejamento participa do Congresso Latino-Americano de Siderurgia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.