Kia apresenta modelo elétrico na Coreia

Com atraso em relação aos concorrentes, a montadora sul-coreana entra na disputa pelo mercado do 'carro verde'

SEUL, O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2011 | 03h05

A Kia Motors, afiliada do grupo coreano Hyundai, mostrou ontem uma versão totalmente elétrica de um pequeno carro, inicialmente para uso do governo da Coreia do Sul. O lançamento marca a entrada da companhia neste segmento nascente de veículos não poluentes, movidos a energia elétrica.

A Kia Motors, segunda maior produtora de automóveis da Coreia do Sul, afirmou que vai fabricar 2,5 mil unidades do seu primeiro carro elétrico no próximo ano. O automóvel é baseado no modelo Ray, lançado em novembro, apenas para vendas no mercado doméstico.

"Nós planejamos vendê-lo para o público mais tarde, mas ainda não decidimos quando ou quantos venderemos", afirmou um porta-voz da Kia Motors.

A Kia afirmou que o Kia Ray EV pode percorrer até 139 quilômetros com apenas uma carga elétrica e terá velocidade máxima de 130 quilômetros por hora.

Incentivos. Os preços elevados e falta de infraestrutura para carregar as baterias dos veículos têm sido citados como os maiores obstáculos para a adoção de carros elétricos, que estão lutando para competir com os modelos movidos a gasolina, com impressionante eficiência de combustível.

No Japão, Europa, Estados Unidos e China, a venda de carros elétricos só está sendo viável porque os governos estão oferecendo incentivos fiscais.

A Hyundai chegou atrasada na indústria de carros verdes, com o lançamento da versão híbrida de seu sedã Sonata nos Estados Unidos apenas neste ano, enquanto sua maior rival, a japonesa Toyota, há muito tempo domina esse segmento, com o híbrido Prius./ REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.