Efe
Efe

Kia lança carro nos Estados Unidos para ‘consumidor pós-recessão’

Marca sulcoreana diz que a crise recente fez surgir comprador que quer carro de luxo sem ostentação

Efe,

24 de maio de 2013 | 09h49

  RIVAS DEL MAR - A Kia informou ter detectado uma mudança no perfil do mercado de veículos nos Estados Unidos e um espaço vazio no segmento de carros mais caros que pretende explorar com seu novo modelo Cadenza.

Segundo Michael Sprague, vice-presidente executivo da Kia nos Estados Unidos, a recessão de 2008 e 2009 mudou as definições do mercado, fazendo surgir um espaço emergente entre os consumidores regulares e os de luxo.

São esses consumidores que não buscam ostentação, mas um veículo sofisticado por um preço razoável que a Kia pretende captar com o seu novo carro.

Segundo a Kia, o Cadenza é o veículo mais potente e mais avançado tecnologicamente da marca nos Estados Unidos. "O que descobrimos são consumidores que vieram de marcas de luxo e que expressam seu interesse por modelos Optima ou Sorento da Kia, mas que querem algo mais", disse Sprague.

"Eles querem um veículo um pouco maior, com um pouco mais de tecnologia e estamos respondendo com o lançamento do Cadenza", acrescentou. O modelo mais caro vai custar US$ 41,1 mil, mais barato que qualquer um do mesmo segmento.

O Cadenza vai competir com modelos como o Buick LaCrosse, Toyota Avalon, Acura TL, Lexus ES o Lincoln MKZ. O mais barato deles é o Buick LaCrosse, que custa US$ 41,6 mil. O mais caro é o MKZ, de US$ 49,3 mil. Outros competidores mais baratos são o Nissan Máxima, Chevrolet Imapala e o Ford Fusion.

  

Tudo o que sabemos sobre:
KiaCadenzaEUAveículosluxo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.