Kirchner: Petrobras e Repsol precisam investir mais

O presidente da Argentina, Néstor Kirchner, afirmou que a Petrobras e a espanhola Repsol YPF precisam investir mais em suas operações na Argentina. O convite, porém, feito uma semana depois da administração Kirchner aumentar os impostos de exportação para óleo, combustíveis e outros produtos do petróleo, é pouco provável que venha a motivar os dois grupos."A Petrobras tem de investir muito mais", declarou Kirchner durante uma convenção do setor da construção, em Buenos Aires. "Outra companhia que ainda precisa assumir os atuais desafios - e esperamos que o faça - é a Repsol", acrescentou. A produção de petróleo da Argentina tem caído constantemente desde o final dos anos 1990 e o país deve se tornar um importador líquido até o final da década.Os analistas notam que as tentativas do governo de controlar os preços do combustível na bomba, aliada aos pesados impostos de exportação, têm dado pouco incentivo para novas descobertas na Argentina.A forte intervenção do governo no setor do gás também tem desmotivado investimentos, visto que sua demanda agora tem superado a oferta durante os meses de inverno. As tarifas de gás residencial na Argentina são as menores na América Latina. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.