Feliz Leal/AEN
Feliz Leal/AEN

Klabin vai ampliar fábrica no Paraná com investimento de R$ 2,6 bilhões

Gigante de papel e celulose vai usar o valor para expandir a capacidade no segmento de papéis para embalagem, por meio da construção de duas máquinas

Luísa Laval, O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2021 | 23h28

A gigante de papel e celulose Klabin comunicou nesta quarta-feira, 5, que seu conselho de administração aprovou um novo aporte para a segunda etapa do Projeto Puma II. Com isso, a fábrica incluirá a instalação de uma máquina de papel cartão. A alteração demandará um investimento adicional de R$ 2,6 bilhões. 

De acordo com a empresa, o projeto prevê a expansão da capacidade no segmento de papéis para embalagem, por meio da construção de duas máquinas de papel com produção de celulose integrada, na unidade industrial Puma, no município de Ortigueira (PR).

O investimento bruto total do Projeto Puma II, atualizado pela variação cambial e inflação, vai totalizar R$ 12,9 bilhões, sendo R$ 1,2 bilhão em impostos recuperáveis. Desse montante, R$ 5,8 bilhões foram desembolsados até março deste ano, enquanto o restante será aplicado até 2023.

De acordo com a Klabin, a mudança da segunda etapa para viabilizar a produção de papel cartão levou em consideração, entre outros aspectos, o crescimento esperado para o mercado de embalagens, impulsionado pelo potencial de substituição de plástico.

A companhia diz que os investimentos serão realizados com caixa próprio. “Não há necessidade de contratação de financiamentos adicionais para o projeto”, afirma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.