Klabin vê forte crescimento de Ebitda no 2o semestre

A Klabin deve apresentar fortes crescimentos no Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no terceiro e quarto trimestres deste ano, segundo o diretor geral da empresa.

Reuters

27 de julho de 2012 | 11h57

"No terceiro trimestre vamos continuar a apresentar uma companhia com comportamento saudável, onde prevemos evolução significativa do Ebitda (no terceiro trimestre)", disse Fabio Schvartsman, em teleconferência com analistas nesta sexta-feira. "Nossos números internos mostram algo próximo ao que ocorreu no primeiro trimestre deste ano em relação ao ano passado."

Nos três primeiros meses do ano, o Ebitda da empresa cresceu 25 por cento ante igual período de 2011. No segundo trimestre, o aumento foi de 48 por cento, na comparação anual, segundo informou a Klabin na véspera.

Porém, para o quarto trimestre, Schvartsman prevê uma desaceleração. "Obviamente vamos crescer bastante no quarto trimestre. Não vai ser esse salto, mas vai ser de dois dígitos."

ESTABILIDADE NAS VENDAS

O executivo afirmou também não ver mudanças no comportamento das vendas de papel da empresa este ano. No segundo trimestre, o volume de vendas sem incluir madeira foi de 430 mil toneladas, 1 por cento menor em relação a um ano antes e 2 por cento acima do registrado no primeiro trimestre deste ano.

"(O volume de vendas) deve girar em torno do mesmo número do que vendemos no ano passado. O que vendemos no semestre está muito estável", disse.

Nos seis primeiros meses do ano, o volume de vendas caiu 3 por cento, para 850 mil toneladas.

(Por Roberta Vilas Boas)

Tudo o que sabemos sobre:
PAPELKLABINEBITDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.