finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Kodak cortará entre 22.500 e 25.000 empregos em vez de 15.000

O grupo fotográfico Eastman Kodak cortará entre 22.500 e 25.000 empregos no lugar dos 15.000 previstos inicialmente, anunciou a empresa nesta quarta-feira. A Kodak havia anunciado um plano de reestruturação em janeiro de 2004 a fim de fazer frente à queda das vendas dos produtos fotográficos tradicionais provocado pelo advento das fotos digitais.Esta queda se acelerou, o que só motivou o aumento do número da redução de empregos, destacou a Kodak em comunicado. A empresa também propõe reduzir sua capacidade manufatureira para um bilhão de dólares, um terço do que tinha em janeiro de 2004. "Devido às baixas mais rápidas do que o previsto de nossos produtos e serviços tradicionais, reduziremos nossos custos mais agressivamente", afirmou o diretor da empresa, Antonio Perez, no comunicado.

Agencia Estado,

20 de julho de 2005 | 12h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.