Kraft tem 6 semanas para fazer oferta ou desistir da Cadbury

Órgão regulador de fusões do Reino Unido estabelece prazo para empresa norte-americana oficializar acordo

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de setembro de 2009 | 16h16

O Takeover Panel, órgão regulador de fusões do Reino Unido, deu um prazo de seis semanas para que a empresa norte-americana do setor de alimentos Kraft Foods faça uma oferta formal pela confeitaria britânica Cadbury ou desista de um acordo. A ordem foi emitida em resposta a um pedido da Cadbury.

 

A Kraft terá de apresentar uma oferta formal para o conselho da Cadbury ou diretamente para os acionistas da empresa britânica até as 14h (de Brasília) do dia 9 de novembro ou desistir da tentativa de comprar a companhia por, no mínimo, seis meses.

 

Até agora, a Cadbury recebeu apenas uma aproximação informal da Kraft, que foi rejeitada imediatamente. Na proposta feita há três semanas, a Kraft ofereceu 300 pence em dinheiro mais 0,2589 novas ações suas por cada ação da Cadbury, avaliando a empresa britânica em cerca de 10,2 bilhões de libras (US$ 16,3 bilhões).

 

"Nós deixamos nossa posição em relação à proposta da Kraft muito clara e recebemos bem a decisão de hoje do painel, com objetivo de obter clareza e certeza para nossos acionistas e empregados na mais breve oportunidade", disse o chairman da Cadbury, Roger Carr, em um comunicado. A Nestlé e a Hershey são vistas como possíveis terceiras partes na concorrência pela Cadbury. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
KraftCadbury

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.