Kraft tenta comprar M. Dias Branco

A Kraft, segunda maior empresa de alimentos do mundo, está negociando a compra da M. Dias Branco, principal fabricante brasileira de massas e biscoitos. Sediada no Ceará, a M. Dias Branco é avaliada em mais de US$ 1 bilhão. Procurada, a Kraft informou que não comenta rumores de mercado. O diretor de Relações com Investidores da M. Dias Branco, Álvaro Luiz Bandeira de Paula, disse não ter conhecimento de negociações.Uma eventual compra da M. Dias Branco atende à lógica de expansão internacional da Kraft. Maior fabricante de biscoitos do mundo, a empresa cresce pouco e, do jeito que está, as perspectivas não são muito animadoras. Hoje, mais de 60% de sua receita - de cerca de US$ 35 bilhões - vem dos mercados americano e canadense. Esses mercados cresciam 3% ao ano antes da crise das hipotecas, mas podem ter um resultado ainda pior se houver uma recessão nos Estados Unidos.Recentemente, a Kraft comprou a divisão de biscoitos da Danone, por US$ 7,2 bilhões, e passou a procurar novas empresas para aquisição, de preferência nos países emergentes. Na lista de preferências da Kraft, apareceram países como o Brasil, Rússia, Ucrânia e México. Segundo o jornal Wall Street Journal, a presidente da Kraft, Irene Rosenfeld, encarregou os diretores de suas filiais no exterior de encontrar possíveis alvos de aquisições.Se as negociações chegarem a bom termo, a Kraft aumentará em quase 50% suas vendas no Brasil, hoje em R$ 3,4 bilhões por ano. A Kraft tem sete fábricas no País. Suas marcas mais conhecidas são Lacta, Trakinas, Tang e Maguary. Segundo o instituto Nielsen, seus produtos são consumidos por 90% das famílias brasileiras. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.