Kuwait manterá participação no Citigroup e Merrill Lynch

O fundo soberano do Kuwait informou que não tem planos de vender sua participação no Citigroup e Merrill Lynch porque acredita no potencial de longo prazo dos bancos norte-americanos. A afirmação foi feita em uma declaração impressa, divulgada hoje, na edição dos jornais de Kuwait. Na declaração, a autoridade que regula os investimentos do Kuwait, conhecida pela sigla KIA, afirmou que acredita que a crise irá passar com o tempo em função da ação exercida pelos bancos centrais. A KIA investiu US$ 3 bilhões no Citigroup e US$ 2 bilhões no Merrill Lynch em janeiro de 2008, quando os dois bancos precisavam de recursos em função da crise de crédito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.