Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Ladrões levaram disco rígido defeituoso da Petrobras

No terceiro furto de equipamentos da Petrobras este ano, descoberto na quinta-feira passada pela americana Halliburton, os ladrões levaram um disco rígido (HD, na sigla em inglês) defeituoso, além do gravador de DVD noticiado no final de semana. O computador de onde as peças foram roubadas estava desde o dia 19 de janeiro no terminal de contêineres Poliportos, na zona portuária do Rio. Em duas ações anteriores, foram furtados quatro notebooks, dois HDs, dois pentes de memória, uma impressora e um gravador de DVD. Na Polícia Federal, os investigadores dos casos destacam que, nos três furtos ocorridos de peças de computadores que trabalhavam para a Petrobras, até agora o único ponto em comum foi a permanência dessas cargas na Poliportos. O contêiner-escritório onde estavam os notebooks deixou o local no dia 29 de fevereiro, quatro dias depois do computador de onde tiraram os primeiros HDs. Já os equipamentos que foram alvo da terceira ação chegaram em Macaé no final da semana passada.O terceiro furto foi de um computador que trabalhava em uma plataforma sem qualquer relação com a descoberta do megacampo de gás batizado de Júpiter, de onde saíram as primeiras cargas. O HD defeituoso e o drive de DVD saíram da plataforma SS-45, ou Atlantic Star, que, até o dia 13 de fevereiro, estava perfurando um poço no bloco S-M-790, na Bacia de Santos, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP). A Petrobras já comunicou à agência ter encontrado um reservatório de gás no local, mas ainda não há detalhes sobre a viabilidade da descoberta.Em Macaé, a delegada Carla Dolinski ouviu hoje quatro empregados da Halliburton e amanhã deverá interrogar o motorista da transportadora HM, responsável pelo traslado do computador que teve o HD e o drive de DVD furtados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.