Lamy encontra-se em Hong Kong com ativistas contrários à OMC

O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, se reunirá neste domingo com representantes dos grupos antiglobalização para escutar seus pontos de vista, com vistas à sexta conferência ministerial que acontecerá no mês de dezembro em Hong Kong.O ex-comissário europeu participará de um debate na Universidade de Hong Kong junto a líderes da Aliança Popular contra a OMC, um grupo local que coordena os esforços dos manifestantes que querem vir até a cidade para protestar.Durante o evento, Lamy se reunirá também com o secretário de Comércio de Hong Kong, John Tsang, que presidirá a reunião de dezembro, e com o diretor-geral da Câmara de Comércio de Hong Kong, Eden Woon. Esta é a primeira vez que Lamy visita a sede da reunião desde que assumiu o cargo, em 1º de setembro.ExpectativasPosteriormente, Lamy irá até o Clube de Correspondentes Estrangeiros de Hong Kong para explicar quais são as expectativas da organização com relação à conferência.Espera-se que 11.000 negociadores de mais de 130 países e aproximadamente 10.000 manifestantes se desloquem até a cidade durante a reunião, que acontecerá entre 13 e 18 de dezembro.Para evitar distúrbios como os de reuniões anteriores - em Seattle (EUA), no ano de 1999, e Cancún (México), em 2003, a Polícia prepara um grande dispositivo de segurança que inclui a presença de milhares de agentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.