Lan houses são o principal ponto de acesso à internet

49% dos internautas acessam a rede mundial em centros públicos pagos; 40% usam em casa

Renato Cruz, de O Estado de S. Paulo,

14 de março de 2008 | 17h17

As lan houses se tornaram, no ano passado, o principal local de acesso à internet no Brasil. Uma pesquisa divulgada pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br) mostrou que 49% dos internautas acessam a rede mundial em centros públicos pagos. Quarenta por cento usam em casa e 24% no trabalho ou na casa de outra pessoa. As lan houses são o principal ponto de acesso dos internautas de baixa renda, mas mesmo os jovens que possuem computador com banda larga em casa usam eventualmente esses centros pagos.  Veja também: Leia a íntegra da pesquisa Os resultados fazem parte da 3ª Pesquisa Sobre Uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação no Brasil, a TIC Domicílios 2007. A entidade divulgou os indicadores referentes aos módulos Acesso às Tecnologias da Informação e da Comunicação, Uso do Computador, Uso da Internet, Acesso sem Fio e Intenção de Aquisição de Equipamentos TIC. Outro destaque revelado na pesquisa foi o aumento no ritmo das aquisições domiciliares de computadores em 2007. O equipamento está presente em 24% das residências brasileiras, o que representa aumento de 4 pontos percentuais em relação a 2006. O resultado mostra que os programas de inclusão digital que facilitam a compra de micros pela população por meio do aumento de financiamento e da isenção de impostos estão surtindo efeito. Ainda de acordo com o estudo, as conexões em banda larga já estão presentes em 50% dos domicílios brasileiros que possuem acesso à internet, mas 42% ainda acessam a rede principalmente por modem tradicional via acesso discado. Em 2006, a conexão dial-up era predominante, com 49%, enquanto a banda larga representava 40% dos tipos de acesso domiciliar. O crescimento da banda larga no período foi, portanto, de 10 pontos percentuais. Veja mais informações na edição de sábado de O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
InternetAcesso à internet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.