Facebook/Latam
Facebook/Latam

Latam passará a cobrar por marcação de assento em voos

Sistema de cobrança já é adotado pelas concorrentes Gol e Azul, além de companhias internacionais

O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2018 | 13h47

A Latam passará a cobrar, a partir de 16 de agosto, pela marcação de assentos nos voos. O valor será de R$ 25 para os passageiros que comprarem passagem na tarifa mais barata da companhia, a Promo, e de R$ 15 para aqueles que comprarem em uma categoria superior, a Light. As tarifas mais caras – Top e Plus – não cobrarão pelo serviço. Os passageiros que não pagarem para escolher o assento terão a seleção feita de forma automática 48 horas antes do voo.

+ Mulheres driblam preconceito e desconfiança para se formarem pilotas de aviação no País

O sistema de cobrança pela escolha do assento já é adotado pelas concorrentes Gol e Azul, além de companhias internacionais, e faz parte das mudanças que as aéreas têm adotado nos últimos anos para aumentar suas receitas auxiliares. Há um ano, as empresas comaçaram a cobrar também pelo despacho de bagagem.

+ ESPECIAL: Quer viajar de milhas? Compare os programas

Segundo o último relatório anual da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as receitas auxiliares da aéreas brasileiras, que incluem também venda de alimentos e remarcação de passagem, corresponderam a 2,1% das receitas totais em 2016. No ano anterior, a participação havia sido de 1,8%.

Na Gol, que cobra pelo serviço desde fevereiro, o valor mais barato para escolha de assento com antecedência é de R$ 10.  No período em que o check-in está aberto, porém, o passageiro pode escolher seu assento de forma gratuita entre aqueles que restaram. Na Azul, os preços também são a partir de R$ 10.  

+ Passagem aérea subiu 7,9% no primeiro trimestre de 2018, diz Anac

A Avianca cobra, hoje, apenas pela reserva de assentos especiais, com mais espaço. O serviço, que inclui embarque prioritário, custa R$ 39 em voos nacionais.

Remarcação. Entre as novas alterações da Latam, está também a cobrança pela alteração do horário do voo na mesma data. O preço do serviço será, a partir de 16 de agosto, de R$ 75 para os passageiros com tarifa Light.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.