Lavagna reafirma que abrirá bancos estatais ao capital privado

O ministro da Economia da Argentina, Roberto Lavagna, reafirmou que o governo pretende permitir a entrada do capital privado nos bancos estatais. "A decisão está tomada", disse Lavagna, ressalvando que "não mais do que 10%" de instituições como o Banco de la Nación serão abertos a investidores privados e que a decisão depende de permissão do Congresso do país. O ministro também disse que o governo argentino teve em agosto um superávit fiscal primário de 400 milhões de pesos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.