Lehman cortará cerca de 1.300 empregos no mundo--fonte

O Lehman Brothers está cortando cercade 1.300 empregos globalmente, ou aproximadamente 5 por centode sua força de trabalho, em meio a condições difíceis nomercado, afirmou uma fonte próxima ao assunto nestaterça-feira. Estes cortes se somam à dispensa de mais de 5.000funcionários desde meados de 2007. O Lehman não quis realizar comentários. Empresas de Wall Street estão reduzindo o nível deempregados à medida que a crise de crédito atinge seusnegócios. A desaceleração econômica pode custar à cidade de Nova York59.400 empregos entre hoje e o meio do próximo ano, com o setorfinanceiro no "epicentro" da desaceleração, divulgou umrelatório nesta terça-feira. Isso significa aproximademante umquarto das contratações do setor privado após a recessão de2001, segundo o Escritório de Orçamento Independente da cidade. O UBS disse anteriormente neste mês que irá cortar 5.000empregos, reduzindo sua força de trabalho em mais 7 por cento. (Reportagem de Dan Wilchins)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.