carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Lehman propõe plano para coordenar liquidações e concordatas

O Lehman Brothers Holdings informou nesta terça-feira que chegou a um acordo com muitas de suas contrapartes internacionais sobre diretrizes para ajudar a coordenar uma onda de concordatas e liquidações no mundo.

REUTERS

26 de maio de 2009 | 13h56

O chamado protocolo Lehman dispõe de princípios básicos para ajudar o antigo banco de investimentos e suas unidades globais a compartilhar informações e preservar ativos, enquanto se reestruturam. As negociações levaram três meses e alcançaram 16 jurisdições diferentes, segundo documentos.

Entre os administradores fora dos Estados Unidos que apóiam o protocolo estão a KPMG de Hong Kong e de Cingapura e alguns devedores estrangeiros na Austrália.

O Lehman, que entrou em colapso em setembro passado, pediu à Justiça norte-americana que aprove as diretrizes em uma audiência marcada para o próximo dia 17.

(Reportagem de Chelsea Emery)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSLEHMAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.