Leia a íntegra do comunicado do Federal Reserve

O Federal Reserve (Fed, o BC norte-americano) reduziu a taxa básica de juros dos Estados Unidos para uma faixa de zero a 0,25%, a mais baixa desde que o Fed começou a publicar a meta em 1990. Leia abaixo o comunicado do Fed divulgado após a reunião: "O Comitê Federal de mercado Aberto decidiu hoje estabelecer uma banda para a meta da taxa dos Federal Funds de 0,0% a 0,25%. Desde a última reunião do Comitê, as condições do mercado de mão-de-obra se deterioraram e os dados disponíveis indicam que os gastos do consumidor, os investimentos das empresas e a produção industrial declinaram. Os mercados financeiros continuam bastante estressados e as condições de crédito, apertadas. De uma maneira geral, a perspectiva para a atividade econômica enfraqueceu ainda mais. Enquanto isso, as pressões inflacionárias diminuíram apreciavelmente. À luz dos declínios nos preços da energia e de outras commodities e das perspectivas mais fracas para a atividade econômica, o Comitê espera que a inflação se modere ainda mais nos próximos trimestres. O Federal Reserve vai empregar todas as ferramentas disponíveis para promover a retomada do crescimento econômico sustentável e para preservar a estabilidade dos preços. Em particular, o Comitê prevê que as condições econômicas fracas provavelmente justificarão níveis excepcionalmente baixos para a taxa dos Federal Funds por algum tempo. O foco da política do Comitê no futuro será apoiar o funcionamento dos mercados financeiros e estimular a economia por meio de operações de mercado aberto e outras medidas que sustentem o tamanho do balanço patrimonial do Federal Reserve em um nível alto. Como anunciado previamente, ao longo dos próximos trimestres o Federal Reserve vai comprar grandes quantidades de dívida das agências e títulos lastreados em hipotecas. Para dar apoio aos mercados de hipotecas e de moradias, e está pronto a expandir suas compras de dívida de agências e de títulos lastreados em hipotecas à medida que as condições o exijam. O Comitê também está avaliando os benefícios potenciais de adquirir títulos do Tesouro de prazos mais longos. No começo do próximo ano, o Federal Reserve também vai implementar o Programa de Empréstimo de Títulos Lastreados em Ativos Term Asset-Backed Securities Loan Facility, para facilitar a extensão de crédito a famílias e a pequenas empresas. O federal Reserve vai continuar a considerar maneiras de usar seu balanço patrimonial para apoiar ainda mais os mercados de crédito e a atividade econômica. Votaram a favor da decisão de política monetária do Fomc: Ben S. Bernanke, chairman; Christine M. Cumming; Elizabeth A. Duke; Richard W. Fisher; Donald L. Kohn; Randall S. Kroszner; Sandra Pianalto; Charles I. Plosser; Gary H. Stern; e Kevin M. Warsh. Em ação relacionada, o Conselho de Diretores aprovou por unanimidade uma redução de 75 pontos-base na taxa de redesconto, para 0,5%. Ao tomar essa decisão, o Conselho aprovou pedidos submetidos pelos Conselhos de Diretores dos bancos da Reserva Federal de Nova York, Cleveland, Richmond, Atlanta, Minneapolis e San Francisco. O Conselho também estabeleceu taxas de juro para reservas requeridas e em excesso de 0,25%."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.