Leilão da Cesp está mantido, diz secretário de SP

O secretário da Fazenda de São Paulo, Mauro Ricardo Costa, confirmou hoje a realização do leilão de privatização da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), marcado para a próxima quarta-feira. O secretário disse que o governo paulista interpreta a carta enviada esta tarde ao governador José Serra, pelo ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, como um sinal positivo de que o governo federal tem interesse em discutir o problema da renovação das concessões das usinas de Jupiá e Ilha Solteira, que vencem em 2015."A manifestação do ministro não muda em nada nos nossos planos", disse Costa. O secretário disse, ainda, que não existem motivos para o adiamento do leilão. "Nós começamos esse processo com esse quadro regulatório, os investidores conhecem a situação e não há motivo algum para adiarmos o leilão. Teremos um bom leilão na quarta-feira, é o que posso dizer".O secretário da Fazenda disse, também, que o governador José Serra não tinha a expectativa de que o governo federal promovesse agora a renovação das concessões das usinas da Cesp e das outras do sistema nacional. "Nós não temos dúvida de que a prorrogação haverá, até para que o sistema não seja jogado no caos regulatório." O problema da renovação envolve 21.345 megawatts e empresas como Furnas, Cemig e Copel, além da Cesp.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.