Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Leilão da Cesp terá restrição à participação de estatais

O edital de privatização da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), divulgado hoje, confirmou a proibição à participação de empresas estatais de outros Estados, como a mineira Cemig e a paranaense Copel, no leilão de privatização da geradora paulista. De acordo com o documento, as estatais não poderão participar diretamente e nem indiretamente, "na qualidade de acionista detentor, isoladamente, da maioria do capital votante, direto ou indireto, do participante".De acordo com o edital, os interessados na Cesp passarão por um processo de pré-identificação, para que o Estado de São Paulo verifique a capacidade técnica, financeira e regularidade jurídica e fiscal das empresas. Segundo as regras do leilão, os participantes terão que apresentar garantias financeiras da ordem de R$ 1.740.134.420,92 à Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC).As empresas participantes do leilão serão conhecidas no dia 25 de março. Segundo o edital, o leilão de venda, marcado para o dia 26, será realizado na Bovespa, cuja sistemática será a alienação das ações pelo maior lance ofertado. Cada participante apresentará apenas um único lance, por meio de um envelope fechado. Caso a segunda melhor oferta represente 90% da melhor proposta, a disputa será decidida em leilão viva-voz entre os participantes classificados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.