Leilão de imóveis do Unibanco em dezembro

Leilão de 300 imóveis localizados em cidades de todo o País será realizado no dia 1.º de dezembro, em São Paulo. São casas, apartamentos, salas comerciais, galpões, chácaras e terrenos pertencentes ao Unibanco que poderão ser comprados com parcelamento de até 60 meses.Entre os destaques estão os quatro conjuntos comerciais situados na Avenida Paulista, 1.337. "Os imóveis estão alugados e o comprador poderá utilizar o dinheiro da locação para ajudar a pagar as parcelas", explica o leiloeiro responsável pelas vendas, Mauro Zukerman. O valor dos aluguéis varia de R$ 4.398,00 a R$ 5.098,61.Zukerman afirma que há muitas opções de imóveis residenciais com preços abaixo de mercado. A casa mais barata, situada no bairro de Jaraguá, em São Paulo, com 40 metros quadrados de área construída, terá lance mínimo de R$ 13 mil.Entre os apartamentos, destaque para o imóvel localizado no bairro Jardim do Mar, em São Bernardo do Campo, com quatro dormitórios, sendo uma suíte e 193,96 m² de área construída. O lance inicial é de R$ 69 mil. Outro destaque é o apartamento de dois dormitórios e 119,09 m² de área construída, localizado na Vila Alpina, em São Paulo. O lance mínimo é de R$ 30 mil.Pagamento Entre os imóveis comerciais, o leiloeiro aponta como boa oportunidade de negócio o conjunto localizado na Vila Olímpia, com 756 m² de área construída, ocupando o sétimo andar e oito vagas na garagem. O lance inicial é de R$ 684 mil. Zukerman lembra que é importante o comprador visitar o imóvel antes de participar do leilão e informar-se para saber se o local está ocupado ou não.O pagamento pode ser parcelado em até 60 meses, com juros de 1% ao mês, ou em 12 vezes iguais. Para compras à vista há desconto de 10% sobre o valor total. Em todas as opções é necessário pagar 5% de comissão ao leiloeiro. O leilão será realizado na Mansão França, situada na Avenida Angélica, 750, em São Paulo, às 11 horas. O telefone para informações é: (0xx11) 3272-9300.

Agencia Estado,

16 de novembro de 2001 | 11h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.