Leilão de Jirau é marcado para 9 de maio

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicará amanhã no Diário Oficial portaria que marca para o dia 9 de maio o leilão da hidrelétrica de Jirau, a segunda usina do complexo do Rio Madeira, em Rondônia. A usina de Jirau terá potência total de 3.300 megawatts (MW) e, segundo o governo, a construção deverá exigir investimentos de R$ 9,2 bilhões.A primeira usina do Madeira, a de Santo Antônio, foi a leilão em dezembro do ano passado. O vencedor foi o Consórcio Madeira Energia, encabeçado pelo grupo Odebrecht e pela estatal Furnas. O consórcio arrematou o empreendimento com um preço final de R$ 78,87 por megawatt/hora (MWh), bem abaixo do preço máximo estabelecido pelo governo.Os detalhes do edital de leilão de Jirau, segundo o MME, serão elaborados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O modelo será o mesmo utilizado em Santo Antônio, ou seja, ganha o direito de explorar o empreendimento o grupo que oferecer a menor tarifa para a energia a ser gerada. A estimativa é que Jirau comece a produzir energia em 2013. A concessão será válida por 30 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.