Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Leilão de Libra ‘foi um sucesso’, diz Mantega

De acordo com ministro da Fazenda, governo está muito satisfeito; para ele, consórcio oficializado nesta segunda-feira é de ‘alto nível’ 

Ricardo Leopoldo, da Agência Estado,

21 de outubro de 2013 | 18h31

SÃO PAULO - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou no fim da tarde desta segunda-feira, 21, que o "governo está muito satisfeito com o leilão de Libra, pois foi um sucesso."

De acordo com ele, o grupo vencedor forma uma parceria público privada de empresas de alto nível.

"São empresas que dominam uma tecnologia sofisticada, porque são 7 mil metros de profundidade para exploração", destacou.

Foi definido, mais cedo, o consórcio vencedor do leilão de Libra, a maior reserva de petróleo do Brasil. A Petrobrás, as chinesas CNOOC e CNPC, a francesa Total e a anglo-holandesa Shell arremataram o campo.

Mantega ponderou que os investimentos relacionados a Libra devem movimentar a partir de agora US$ 180 bilhões pelos próximos 35 anos.

"Teremos de 12 a 15 novas plataformas, com cada uma custando cerca de US$ 1 bilhão", disse.

Esses recursos, diz o ministro, vão movimentar a cadeia produtiva de gás e petróleo, que será um dos principais polos de investimentos no Brasil, especialmente nos próximos dez anos.

Tudo o que sabemos sobre:
pre sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.