Leilão de rodovias é interrompido com mandado de segurança

Empresa desqualificada entra com mandado para garantir participação no leilão de sete trechos de rodovias

Beth Moreira, da Agência Estado,

09 de outubro de 2007 | 15h52

O leilão de sete trechos de rodovias brasileiras que cruzam o Sul e o Sudeste do País foi interrompido por volta das 15h35 desta terça-feira, 9, por um mandado de segurança de uma empresa desqualificada para participar do evento. Até o momento da paralisação, haviam sido leiloados quatro trechos, todos arrematados pela espanhola OHL.  Veja também:BR Vias leva o quinto trecho do leilão, da BR-153 OHL arremata trecho da BR 101, seu quarto no leilão OHL leva mais um trecho no leilão, por pedágio de R$ 1,028 OHL também leva Fernão Dias, com pedágio de R$ 0,997 OHL leva trecho da Régis Bittencourt com pedágio de R$ 1,364 A  Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que o mandado de segurança apresentado não determina a suspensão do leilão de sete trechos de rodovias federais.Segundo a Agência, a empresa alega que apresentou todos os documentos de classificação, porém trocou os envelopes de envio de documentos, o que teria provocado sua desclassificação.   

Tudo o que sabemos sobre:
Leilão de rodovias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.