Leilão de trem-bala será mantido, diz EPL

O presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo, afirmou, nesta quarta-feira, 31, que o leilão do trem-bala, marcado para 19 de setembro, está mantido. Reportagem publicada na edição desta quarta-feira, 31, do jornal Folha de S.Paulo informa que o governo poderá adiar a licitação devido à falta de interesse de investidores. "Não tenho essa informação, não recebi nenhuma instrução sobre isso nem fui consultado sobre esse assunto", disse Figueiredo. "Sob nosso ponto de vista, o leilão está marcado. Temos reunião com investidores sobre esse assunto", acrescentou.

ANNE WARTH, Agencia Estado

31 de julho de 2013 | 09h45

Figueiredo disse ainda que a empresa que administra o trem espanhol envolvido em acidente com mortes, na semana passada, entrou em contato com o governo brasileiro para esclarecer que o acidente não tinha sido em uma linha de alta velocidade. Segundo ele, isso demonstra que o interesse do investidor continua. "Quem vai fazer essa avaliação da habilitação das empresas é a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), quando - e se - houver proposta de habilitação delas", explicou. "Eles alegam que isso (o acidente) não ocorreu em situação que os elimina". Figueiredo reiterou que a decisão caberá à ANTT.

Tudo o que sabemos sobre:
trem-balaleilãoEPL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.