Leilão do Banespa abre o dia no mercado financeiro

No início da manhã, o dólar abriu cotado a R$ 1,9720 na ponta de venda dos negócios. Porém com o anúncio do resultado do leilão do Banespa, o dólar começou a recuar. Isso porque o novo dono do banco é o espanhol Santander, que ofereceu R$ 7,050 bilhões, ou seja, um ágio de 281%. A expectativa dos investidores é de que a operação provoque uma entrada forte de dólares no País. Há pouco o dólar estava cotado a R$ 1,9320 - queda de 1,78% em relação aos últimos negócios de sexta-feira. A situação econômica na Argentina e a indefinição sobre o nome do novo presidente dos Estados Unidos continuam em cena no mercado financeiro. Em função disso, os mercados podem apresentar oscilações. Em relação aos juros, os contratos de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 17,700% ao ano, frente a 17,910% ao ano registrados na sexta-feira. Na Argentina, continua o impasse entre o governo central e os governadores de oposição no sentido de definir o pacote de congelamento de gastos para o próximo ano. Enquanto não existe um acordo sobre isso, o Fundo Monetário Internacional (FMI) não anuncia seu pacote de ajuda ao país vizinho. No cenário interno, outra expectativa é o resultado da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que acontece amanhã e quarta-feira e vai analisar a taxa básica de juros - Selic. A maioria dos analistas espera que a Selic fique em 16, 5% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.