finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Leilão mostrou modelo de concessões adequado, diz Gleisi

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou que a avaliação do governo é positiva com relação ao primeiro leilão de rodovias, o da BR-050, realizado nesta quarta-feira, 18. "O nível dos deságios demonstra um interesse do mercado em relação à rodovia BR-050, mostrando que é uma rodovia competitiva para investimentos e também apresentando à sociedade o resultado de um pedágio que avaliamos justo, equilibrado", disse a ministra, em entrevista no Palácio do Planalto.

TÂNIA MONTEIRO, Agencia Estado

18 de setembro de 2013 | 14h05

"Aquilo que buscamos num modelo apresentado para as concessões de rodovias se mostrou nesta concessão, na concessão desse trecho, um modelo adequado", completou a ministra.

A BR-050, que corta os Estados de Goiás e Minas Gerais, foi a leilão hoje e o consórcio Planalto foi o vencedor da disputa, ao oferecer um deságio de 42,38% sobre a tarifa básica.

BR-262

Gleisi disse que o governo quer recolocar a BR-262 em processo de licitação. A rodovia, que teria sido leiloada hoje junto com a BR-050, não teve concorrentes para a disputa. "Vamos ouvir todos os setores, todo o mercado." Hoje, após o leilão, o ministro dos Transportes César Borges afirmou que a decisão do governo sobre isso deve sair até a próxima semana.

A ministra sugeriu ainda que os consórcios que não obtiveram sucesso na BR-050, que teve oito candidatas à licitação, podem se candidatar à BR-262. "Eu acredito que muitos daqueles que estavam interessados na BR-050 que participaram do leilão e não tiveram a sua proposta vencedora podem ser potenciais interessados na BR-262. Então, acredito que também é uma rodovia que pode ser viabilizada."

Tudo o que sabemos sobre:
concessõesrodoviasgleisi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.