portfólio

E-Investidor: qual o melhor investimento para 2020?

Leite Nilza demite 550 após pedido de recuperação

A Indústria de Alimentos Nilza, que entrou com pedido de recuperação judicial na sexta-feira, confirmou ontem a demissão de 550 funcionários. Os cortes ocorrem pela desativação de um dos três turnos de trabalho nas duas unidades processadoras, em Ribeirão Preto (SP) e Itamonte (MG), bem como o fechamento do posto de captação de Campo Belo (MG). A companhia, uma das maiores produtoras de leite longa vida do País, confirmou que o valor de sua dívida chega a R$ 200 milhões.Em comunicado, a Nilza informou que, dos 550 demitidos, 330 são da unidade de Ribeirão Preto, 180 de Itamonte e 40 de Campo Belo. As duas unidades mineiras foram adquiridas da Montelac em julho de 2008, mas, no início do ano, a companhia fechou o processamento de Campo Belo e concentrou-o em Itamonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.