Lenicov reúne equipe para discutir como conter dólar

O ministro de Economia da Argentina, Jorge Lenicov, está reunido com sua equipe para analisar as medidas que estão sendo adotadas para conter a alta do dólar, que voltou a tocar 2,50 pesos em algumas casas de câmbio. A maioria das cotações gira em torno de 2,48, porém foram registrados negócios de até 2,52 pesos, no começo desta tarde. Lenicov viajará amanhã para Monterey (México), acompanhando o presidente Eduardo Duhalde, onde terá uma reunião com o diretor-gerente do FMI, Horst Köhler.O ministro pretende levar algo concreto para apresentar, pois quer demonstrar que o governo está atendendo aos pedidos feitos pelo auditor do FMI , Anoop Singh. Neste sentido, além das medidas relacionadas ao mercado de câmbio, Lenicov discute com sua equipe os números fiscais do primeiro trimestre, que estariam registrando um déficit de 1,5 milhão de pesos.Leia o especial

Agencia Estado,

19 de março de 2002 | 15h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.