Leroy Merlin aprende a vender para 'emergentes'

Os vendedores da loja de material de construção Leroy Merlin estão aprendendo a "descer do salto" na hora de abordar um cliente cada vez mais importante para o setor: o consumidor da classe C. Um treinamento da consultoria Overlap capacita a força de vendas da rede para identificar o potencial de cada cliente.

, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2010 | 00h00

"Não adianta oferecer uma banheira de R$ 3 mil para quem está fazendo um puxadinho", explica a gerente-geral da Overlap Consultores, Cristina Montagut. Ela diz que, para aumentar o valor médio da compra do consumidor emergente, o mais importante é prestar atenção no que ele precisa: "A ideia é oferecer produtos relacionados ao que ele está procurando, aumentar o tíquete com produtos de baixo valor."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.