Lessa quer crédito a 2% ofertado por mais bancos públicos

O presidente do BNDES, Carlos Lessa, fez hoje um apelo aos bancos públicos para que acompanhem o BNDES na concessão de microcréditos com juros de 2%, conforme ele anunciou no início da semana dentro do pacote de estímulo ao consumo lançado pelo governo. "Em um país em que predomina a agiotagem, com 150% de juros ao ano, essa medida é fundamental para elevar a demanda efetiva", disse. Ele acrescentou que os R$ 1 bilhão do BNDES destinados ao microcrédito vão elevar o poder de compra das classes menos favorecidas.Lessa pediu também em seu pronunciamento aos empresários que evitem alta nos preços dos produtos, uma demonstração de participação no pacto social, fundamental para o crescimento econômico com estabilidade. Segundo o presidente do BNDES, o binômio crescimento/estabilidade só pode ser conseguido com o aumento da demanda efetiva e controle de preços por parte do setor privado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.