Levy deixa o Tesouro e aceita convite para o BID

Em comunicado divulgado no início da tarde desta quarta-feira, o Ministério da Fazenda confirma que o secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy, aceitou o convite do presidente do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID), Luís Alberto Moreno, para ocupar a vice-presidência de Finanças e Administração da instituição.Em função desse compromisso, o comunicado informa que com a anuência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o secretário pediu sua exoneração ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, que, "como é de conhecimento público", a aceitou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.