Levy discutirá concorrência bancária na reunião com o FMI

O secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy, disse que vai discutir medidas para estimular a concorrência bancária, hoje em sua reunião com a missão do Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo ele, o Fundo tem uma grande experiência internacional com base em análise de diversos países. Levy afirmou, ao chegar ao prédio do Ministério da Fazenda para reunião com a missão do Fundo, que melhorar a concorrência bancária faz parte da agenda do governo.Levy destacou que o aumento da concorrência bancária contribui para a redução do spread bancário ? diferença entre as taxas de captação e os juros cobrados nos empréstimos. Na avaliação de Levy, a conta investimento pode ter um efeito positivo para aumentar a concorrência bancária. Ele deixou claro que não pedirá ajuda ao Fundo, mas vai "discutir o tema".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.