Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Levy promete rigidez no controle de gastos a parlamentares

Ao lado de Nelson Barbosa, futuro ministro da Fazenda também tem encontro marcado com deputados e senadores da Comissão Mista de Orçamento

Ricardo Della Coletta, Agência Estado

16 Dezembro 2014 | 13h19

Parlamentares que participaram nesta terça-feira, 16, da reunião com o futuro ministro da Fazenda, Joaquim Levy, relataram que ele prometeu rigidez no controle dos gastos públicos e contenção de despesas. Junto com o ministro indicado do Planejamento, Nelson Barbosa, Levy também tem encontro marcado com deputados e senadores da Comissão Mista de Orçamento (CMO). 

Segundo o deputado Pauderney Avelino (PSDB-AM), Levy também destacou que vai atuar para conter o avanço da dívida pública e se comprometeu a entregar as metas macroeconômicas anunciadas em seu primeiro discurso como ministro indicado.

Já o deputado Izalci Lucas (PSDB-DF) afirmou que Levy e Barbosa demonstraram disposição de resgatar a credibilidade e transparência na economia. De acordo com ele, a oposição cobrou que não haja aumento de impostos e pediu um posicionamento do ministro indicado sobre eventuais novos aportes do Tesouro no BNDES. Segundo Izalci, no entanto, não houve uma resposta direta do ministro sobre esses temas.

A expectativa é que Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem seja apreciada pelo plenário do Congresso na noite desta terça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.