LG Display admite que pode faltar telas para iPad

A LG Display pode reduzir sua produção de telas de cristal líquido (LCD) a partir de agosto devido à queda na demanda dos fabricantes de televisores, mas é incapaz de atender à demanda de telas para o tablet iPad da Apple. A afirmação é do presidente executivo da empresa, Kwon Young-soo. "Estamos operando a plena capacidade, mas estudando a possibilidade de cortes de produção", diz. "O nível de redução será inferior à média do setor."

, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2010 | 00h00

O efeito da crise de dívida na Europa é a única preocupação para a LG, mas Kwon disse que a demanda geral por LCD pode se recuperar a partir de setembro. A LG anunciou que seu lucro no segundo trimestre mais que dobrou para US$ 603,5 milhões.

A empresa é fornecedora de componentes para o iPad, que vendeu 3,47 milhões de unidades desde o lançamento, em abril, mas não será capaz de atender à crescente demanda. A Apple planeja começar a vender o iPad em nove novos mercados internacionais, o que aumentara a demanda pelo aparelho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.