Washington Alves
Washington Alves

Empresário Salim Mattar vai comandar Secretaria de Privatizações

Sócio-fundador da locadora de carros Localiza vai cuidar da venda de ativos no governo de Jair Bolsonaro

O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2018 | 11h52
Atualizado 24 de novembro de 2018 | 14h09

O empresário Salim Mattar, sócio e presidente do conselho de administração da locadora de carros Localiza, vai assumir a futura Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Essa secretaria, que será vinculada ao futuro Ministério da Economia, deve cuidar das vendas de ativos do governo, como imóveis ou subsidiárias de estatais. A assessoria de imprensa do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, divulgou nota afirmando que o empresário aceitou o convite.

A informação de que Mattar havia sido sondado para o posto foi antecipada na edição desta sexta-feira, 23, do Estado pelas repórteres Renata Agostini e Adriana Fernandes e, segundo informou a colunista Sonia Racy, o martelo foi batido numa reunião na manhã de hoje entre o empresário e Paulo Guedes, futuro ministro da Economia.

Defensor do ideário liberal e conselheiro do Instituto Millenium, ele nasceu na cidade mineira de Oliveira e é formado em administração de empresas. Ele chegou a ser sondado pelo partido Novo, para disputar o governo de Minas Gerais. O Palácio da Liberdade seria conquistado pelo Novo, mas com o também empresário Romeu Zema.

O empresário, de 69 anos, é considerado um ativista da doutrina liberal e ajudou a financiar a tradução para o português da obra A Revolta de Atlas, de Ayn Rand, uma filósofa russa naturalizada americana, ficção considerada um clássico dessa corrente de pensamento.

Sobre o aumento da participação do empresariado no debate político, ele disse: "Uma coisa é não querer envolver sua empresa, que tem acionistas que podem até não concordar com você. Mas os empresários poderiam fazê-lo na pessoa física. Poderiam contribuir para a disseminação de ideias que possam garantir amanhã o livre mercado e mais liberdade para empreender."

Confira a nota divulgada à imprensa

"O empresário Salim Mattar aceitou o convite do futuro Ministro da Economia, Paulo Guedes, para assumir a Secretaria Geral de Desestatização e Desimobilização, que será criada como parte da estrutura do Ministério da Economia no novo governo. 

Mattar é fundador e presidente do Conselho da Localiza, uma das maiores locadoras de veículos do mundo. O empresário é também membro do Instituto Millenium, fundado por Guedes para promover o liberalismo econômico.

A nova Secretaria vai ser responsável pelos desinvestimentos, desimobilização e busca de maior eficiência na gestão dos ativos da União."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.