Liberal recomenda manter Marcopolo

O Banco Liberal recomendou a manutenção das ações PN - preferenciais, sem direito a voto - da Marcopolo, empresa que produz carrocerias para ônibus.. A analista Fabiana Costa disse que o crescimento da demanda no mercado interno e o aumento das exportações impulsionaram as vendas da empresa no primeiro semestre deste ano. A produção atingiu 3.842 unidades no semestre, o que corresponde a um aumento de 67,5% sobre as vendas do mesmo período de 1999 e aumento de 1% sobre o volume registrado no primeiro semestre de 1998. A analista lembrou que a taxa de crescimento da indústria de carrocerias para ônibus foi de 42,2% no semestre em relação ao mesmo período do ano passado, superando a média dos demais setores no primeiro semestre. Ela destacou que a empresa possui uma grande variedade de produtos, o que favorece as vendas e aceitação no mercado.Com isso, a participação de mercado da Marcopolo, subiu de 42,0% em 1999 para 49,5% no primeiro semestre deste ano. Fabiana disse também que as exportações totalizaram US$ 55 milhões e tiveram participação de 38,1% na receita líquida do semestre. Ela afirmou que o México continua sendo um dos principais mercados da companhia. As vendas para esse país devem representar 35% das exportações deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.