''Liberdade de expressão'' une associações

Agências e anunciantes resolveram esquecer a eterna disputa por preços para se unir em torno de uma estratégia comum. Com uma campanha, a Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) e a Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) vão estimular a percepção da relevância da propaganda. As entidades saem em defesa da "liberdade de expressão comercial" e querem, com isso, conter investidas contra as ações de marketing. "Não tememos a discussão em foro que permite a apresentação de argumentos técnicos que provam a importância das ferramentas de marketing. Afinal, temos a nosso favor pesquisas que mostram que os brasileiros gostam de propaganda", diz o executivo da Unilever e membro do conselho da ABA, Luiz Carlos Dutra. O publicitário Dalton Pastore, do conselho da Abap, acrescenta ainda que o temor tem sido maior com a atuação das agências reguladoras que tomam para si a punição sem dar oportunidade de debate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.