Líbia aprova US$ 9,9 bi para 24 campos de petróleo

A Líbia aprovou um plano de financiamento no valor de 12,1 bilhões de dinares (US$ 9,9 bilhões) para a empresa estatal National Oil Corp. (NOC). O objetivo é desenvolver e aprimorar 24 campos de petróleo no país. A Líbia, localizada no norte da África, é membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). A NOC, suas subsidiárias e atuais parceiros estrangeiros implantarão o plano para desenvolver os campos que "tecnicamente, financeiramente e economicamente estão comprovados como produtivos", informou a empresa em seu website.

AE, Agencia Estado

13 de setembro de 2009 | 11h38

Novos sócios não poderão participar do projeto, que será financiado por meio de empréstimos tomados em bancos locais, relatou a NOC. Em agosto, a Líbia extraiu 1,55 milhão de barris por dia, de acordo com pesquisa da agência de notícias Dow Jones. Como parte do esquema, a Líbia, que detém as maiores reservas de óleo da África (43,7 bilhões de barris), passará a extrair 100 mil barris por dia em seu campo de Waha Jalou Norte e 130 mil barris diários em Nafoura-Oujlaa-Khleej. Para isso serão necessários 2,9 bilhões de dinares.

O país também está analisando outros 13 campos para verificar se eles deveriam ser incluídos em um novo projeto de desenvolvimento. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Líbiapetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.