Licença de instalação de Santo Antônio sai nesta 5ª, diz Minc

Com o documento, o consórcio liderado por Odebrecht e Furnas poderá iniciar as obras da hidrelétrica

João Domingos, de O Estado de S. Paulo,

29 de julho de 2008 | 17h41

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, anunciou nesta terça-feira, 29, que o Ibama irá liberar nesta quinta a licença de instalação para a usina de Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia. Com a medida, o consórcio Madeira Energia, liderado pela construtora Odebrecht e Furnas, poderá iniciar as obras da hidrelétrica. Segundo Minc, entre as exigências impostas pelo Ibama para a licença de instalação está a redução da área a ser inundada pela barragem de Santo Antônio, cuja quantidade não especificou. O Ibama exigiu, também, a construção de dois parques ambientais e investimentos na infra-estrutura de Porto Velho e da cidade de Jaci-Paraná, incluindo saneamento. A usina de Santo Antônio irá gerar 3.150 megawatts a partir de dezembro de 2012, quando deverá entrar em operação, mas o consórcio responsável pela concessão pretende antecipar para maio de 2012 o início do seu funcionamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.